Cuidados a ter com o seu cão em dias quentes!

Patrick Rocha, Dog trainer, Braga

O calor chegou, as temperaturas são elevadas e nos, temos a possibilidade de vestir uns calções, uma t-shirt e calçar as havaianas. E os cães? Apesar de sentirem o calor como nos, eles não tem os nossos meios para se sentirem mais frescos. Por esta razão, devemos ter especial cuidado com os nossos cães nestas alturas de calor. 

            Os cães não possuem as glândulas de suor como nos, a transpiração deles é muito limitada e só é feita através das almofadas das patas e da língua. O calor pode ser fatal para qualquer cão e torna-se mais alarmante se estivermos a falar de cães de pelo comprido ou raças braquiocefálicas. Para minimizar os riscos relacionados com as temperaturas elevadas, seguem alguns conselhos:

 

  • Deixe sempre água fresca no bebedouro do seu cão. Mude a água regularmente para evitar que esta fique quente. Nestas alturas de calor, os cães gostam de molhar as patas e por vezes metem-nas dentro do bebedouro, fazendo com que a água se entorne. Confirme sempre se o cão tem água fresca á disposição
     
  •  Não passeie o seu cão nos horários em que o pico de calor está mais alto. Primeiro devido ao calor intenso que se faz sentir nesses períodos e segundo, o piso quente é muito prejudicial para as almofadas das patas dos cães. Se tiver possibilidade, opte pelas manhãs ou finais do dia, para exercitar o seu cão. Depois do passeio, pode aplicar um creme hidratante, nas almofadas das patas (óleo de coco ou vaselina, são 2 boas opções)
     
  • Se tiver um cão de pelo comprido, faça-lhe uma pequena tosquia mas evite cortar o pelo em demasia, ao ponto de ficar a pele exposta, pois também existe o risco de queimaduras solares graves.
     
  • Existem cães que por motivos de segurança ou por motivos legais, são obrigados a caminhar de açaime na via pública. Para esses casos, evite os açaimes que fechem a boca por completo, existem registos fatais no uso desses açaimes em épocas de calor. Opte antes por usar açaimes que permitam ao cão, beber, comer e respirar adequadamente. Uma boa opção, são os “Baskerville Ultra Muzzle”.
     
  • NUNCA deixe o seu cão preso dentro do carro, nem que seja só por 5 minutos e nem que deixe as janelas um pouco abertas. As temperaturas dentro de um veículo exposto ao sol, sobem a uma velocidade incrível podendo atingir mais 15º centígrados em relação ao exterior.
     
  • Os cães, por questões profissionais dos tutores, passam muito tempo sozinhos, confinados a um canil, jardim ou um compartimento da casa, sendo assim, confirme se existem sombreados no local onde o seu cão fica sozinho. É desumano deixar um cão, a levar com raios de sol, o dia todo, sem ter hipótese de se refugiar.
     
  • Se o seu cão gosta de nadar, leve-o ao rio, mar ou piscina, onde ele se possa refrescar e nadar. Evite deixá-lo sem supervisão em zonas com água. Com o calor, eles tem tendência em jogar-se para água, no entanto, uma saída fácil nem sempre é possível, o que pode ser fatal, principalmente se falamos de piscinas ou tanques.